[RESENHA ESCRITA] AUGGIE & ME - THE JULIAN CHAPTER - R.J.PALACIO

[Resenha Escrita] Auggie & Me - The Julian Chapter



Olha quem voltou a postar no Clube Letters? Eeeeeeeu, Allan =D 
Devido a alguns motivos pessoais estive afastado do Clube por aproximadamente seis meses, e agora aos poucos estou retomando as minhas contribuições para o Clube.
O livro, ou parte dele, que vou falar hoje eu gostaria muuuuito de levar ao encontro mensal do Clube do Livro, mas como estou um pouco longe agora, infelizmente vou tentar expressar tudo o que estou sentindo por aqui mesmo. Não, não vai ser fácil!

O livro que estou lendo se chama Auggie & Me – Three wonder stories da autora R.J. Palacio, aqui no Brasil ele tem previsão de lançamento para Novembro pela editora Intrínseca, e a boa noticia é que eles irão manter a mesma capa de fora.  Eu encontrei esse livro aqui na Alemanha e infelizmente ele não é muito conhecido aqui, conversei com o meu flatmate e housemaster alemães e eles nunca ouviram falar hahahaha. O livro é subdivido em três contos, The Julian Chapter, Pluto e Shingoling, todos são personagens da história principal de Palacio, Extraordinário, mas não é uma continuação ou spin off da série, são complementos que ela escreveu para esclarecer algumas dúvidas frequentes dos leitores, além de trazer uma outra visão que já já vou falar mais sobre.
Para ficar uma postagem mais encorpada e completa sobre todo o livro, ela será dividida em três partes, de forma que cada conto será abordado em uma semana. E para comecar, falarei sobre o conto The Julian Chapter. Não me atentarei muito na história, darei apenas uma ideia geral do conto, mas quero explorar muito o que “está por trás” do conto, que foi o que mais me pegou.
Julian é o antagonista da história de Extraordinário, uma crianca popular na escola e cheia de amigos. Seu mundo perfeito é colocado em risco quando um aluno, Auggie Pullman com deformações faciais chega na escola e causa desconforto nos colegas de classe e de escola. Auggie não faz nada para ninguém, mas todos o excluem e evitam qualquer tipo de relação com ele. O conto se inicia com Julian sendo obrigado a recepcionar o novo aluno, juntamente com Charlotte e Jack Will, colegas de classe. O que mais causa espanto é o medo que Julian sente ao ver Auggie, nem ele mesmo sabe explicar o que passa pela sua cabeça, mas ele está absurdamente assustado. Um pouco adiante sabemos que Julian tem traumas de infância que o leva a ter algumas atitudes reativas contra Auggie, e também as alternativas que a sua família encontra para ajudá-lo (ou atrapalhá-lo) a resolver este problema. Julian toma atitudes absurdamente más contra Auggie, provocando revolta na direção da escola e sendo punido por suas atitudes de menino mimado e individualista. Após as suas punições, ele visita a casa de sua Grandmère e lá descobre algo infinitamente lindo e emocionante. Esse é o ápice do conto de Julian, o momento em que a sua avó paterna conta para ele uma breve história da vida dela. Não tenho outra palavra a não ser AVASSALADORA para essa parte. Em 10 páginas a escritora te derruba, pisa na sua cara e te levanta com um leve toque. Nossa, meu coração dispara novamente só de lembrar. 
O que eu realmente quero dizer com essa resenha é o quão Extraordinário é esse livro, um livro pequeno, com poucas páginas mas com uma bagagem incrível. Em vários momentos fiquei com um nó no peito, com dó, pena, angústia e até raiva. Raiva de saber como o ser humano pode ser ruim, capaz de fazer maldades e não ser empático. Em contrapartida, em vários momentos vi o quanto existem pessoas boas ao nosso lado, pessoas que as vezes nem conhecemos mas que farão a diferenca na nossa vida um dia… quem sabe um dia. A superação do antagonista, os motivos que o levaram a fazer o que fez, e todas as consequências que ele sofre após isso, são incriveis, sabe?! Nossa, que explosão de tudo, estou quase estuprando o teclado aqui hahahaha
Não minto sobre a minha opinião literária e sou sincero quando digo: TODOS DEVEM LER ESSE LIVRO. Eu quero ler mais e mais, infelizmente o conto tem cerca de 100 páginas e deixa muuuito com o sentimento de quero mais, mas fica bem claro o final da história. Quando li Extraordinário eu odiei o Julian, mas após entender melhor o que se passa com ele, as cicatrizes que ele tem na vida dele, ocultas as vezes por uma grossa casca de… vida… me deixou de queixo caído. 
Com certeza esse livro se tornou um dos meus favoritos, 10 estrelas para ele.
Semana que vem volto com o conto Pluto, o segundo conto do livro Auggie & Me.
Comente aí se ficaram curiosos ou algo do tipo. Aaaah, se alguém já leu me avisa para eu conversar depois. =D
PS: Se estiver alguma palavra escrita muito errado, sem acento ou algo do tipo, me perdoem, os teclados aqui não tem acentos e algumas letras preciso colocar via código. Infelizmente.
Nos vemos na próxima semana com mais Wonderful stories about Wonder!



0 comentários:

Postar um comentário

 

Instagram

Facebook

Blog

Total de visualizações de página

Julia Quinn - Um Beijo Inesquecível

Gayle Forman - O que há de estranho em mim

Abbi Glines - Mais uma Chance

Parceria - Grupo Sextante

Parceria - Editora Novo Conceito